User Settings

  • Background
  • Fade speed
  • Music
  • Text size
Choose a backgound theme.
Choose the speed the daily prayer fades between stages.
Choose music to play during the daily prayer.
Choose the size of the text for your daily prayer.

Lucas 13, 1-9

A Palavra de Deus

Nessa ocasião, apareceram alguns a falar a Jesus dos galileus, cujo sangue Pilatos tinha misturado com o dos sacrifícios que eles ofereciam. Respondeu-lhes: Julgais que esses galileus eram mais pecadores que todos os outros galileus, por terem assim sofrido? Não, Eu vo-lo digo; mas, se não vos converterdes, perecereis todos igualmente. E aqueles dezoito sobre os quais caiu a torre de Siloé, matando-os, eram mais culpados que todos os outros habitantes de Jerusalém? Não, Eu vo-lo digo; mas, se não vos converterdes, perecereis todos da mesma forma. Disse-lhes, também, a seguinte parábola: "Havia um homem que tinha uma figueira plantada na sua vinha. Foi lá ver se tinha figos e não encontrou nenhum. Disse então ao homem que lá trabalhava: "Escuta! Ha três anos que venho procurar figos a esta figueira e não encontro nada. Portanto, corta-a. Por que há-de ela continuar a ocupar o terreno?" Mas o trabalhador respondeu: "Deixa-a ficar ainda este ano, que eu vou cavar em volta e deitar-lhe estrume. Talvez assim dê fruto. Se não der, manda-a cortar então."

Lucas 13, 1-9
  • Algumas pistas sobre a leitura de hoje

    Inactive
    Default
    • A paciência e a esperança. Não desistir dos outros nem de nós. Dar-lhes/nos uma segunda oportunidade. Levar com paciência e constância o nosso dia-a-dia, as nossas circunstâncias.
    • Aguardar com esperança os tempos e modos de Deus para a nossa vida. E rezar sempre para dar fruto e ser fecundo.
  • Algumas pistas sobre a leitura de hoje

    Inactive
    Default
    • Jesus separa as ideias de dor, sacrifício e morte das concepções de culpa e de pecado. Aliás a sua própria vida é uma afirmação disso mesmo: ele, sem pecado, é vítima de sofrimento.
    • Na linha deste ensinamento de Jesus, progridamos numa atitude diferente face ao sofrimento: seja uma dor de dentes, uma doença, um fracasso ou o desencontro de alguém que amamos, estejamos sempre abertos a esperar.
    • Esperar como o agricultor que lavra de novo em volta da figueira para dar oportunidade aos frutos... aos frutos do sofrimento.
  • Algumas pistas sobre a leitura de hoje

    Inactive
    Default
    • Jesus separa as ideias de dor, sacrifício e morte das concepções de culpa e de pecado. Aliás a sua própria vida é uma afirmação disso mesmo: ele, sem pecado, é vítima de sofrimento.
    • Na linha deste ensinamento de Jesus, progridamos numa atitude diferente face ao sofrimento: seja uma dor de dentes, uma doença, um fracasso ou o desencontro de alguém que amamos, estejamos sempre abertos a esperar.
    • Esperar como o agricultor que lavra de novo em volta da figueira para dar oportunidade aos frutos... aos frutos do sofrimento.
  • Algumas pistas sobre a leitura de hoje

    Inactive
    Default
    • Jesus separa as ideias de dor, sacrifício e morte das concepções de culpa e de pecado. Aliás a sua própria vida é uma afirmação disso mesmo: ele, sem pecado, é vítima de sofrimento.
    • Na linha deste ensinamento de Jesus, progridamos numa atitude diferente face ao sofrimento: seja uma dor de dentes, uma doença, um fracasso ou o desencontro de alguém que amamos, estejamos sempre abertos a esperar.
    • Esperar como o agricultor que lavra de novo em volta da figueira para dar oportunidade aos frutos... aos frutos do sofrimento.
  • Algumas pistas sobre a leitura de hoje

    Inactive
    Default
    • Jesus separa as ideias de dor, sacrifício e morte das concepções de culpa e de pecado. Aliás a sua própria vida é uma afirmação disso mesmo: ele, sem pecado, é vítima de sofrimento.
    • Na linha deste ensinamento de Jesus, progridamos numa atitude diferente face ao sofrimento: seja uma dor de dentes, uma doença, um fracasso ou o desencontro de alguém que amamos, estejamos sempre abertos a esperar.
    • Esperar como o agricultor que lavra de novo em volta da figueira para dar oportunidade aos frutos... aos frutos do sofrimento.
    • A lógica de Jesus é claríssima: se a árvore não dá fruto, então deve ser cortada! E o mesmo se pode aplicar a nós: se não damos frutos, ou se estamos sempre à espera do "amanhã" para começar a fazer o Bem, então para que serve a nossa vida?
    • Se bem que sintamos que ainda temos todo o tempo, algum dia a nossa vida chegará ao seu fim... e já não haverá tempo para levar a cabo os "projectos de conversão" sempre sonhados mas nunca começados...
    • Que coisas de Bem gostaria, no fundo, de ser capaz de fazer e de pôr em prática? Porque não decidir-me a começar já agora, através de passos ou decisões pequenas mas concretas?
  • Algumas pistas sobre a leitura de hoje

    Inactive
    Default
    • Jesus alerta os que o ouvem para a urgência da conversão, mesmo aos que se acham justos e sem pecado. Pois a morte virá para todos, quando menos se espera, e só Deus dá a Vida.
    • Pai misericordioso e paciente, que me dás sempre mais uma oportunidade, ajuda-me a sair do meu comodismo, a corresponder ao Teu empenho, a não Te desiludir e, com a Tua Graça, dar muito fruto.
  • Algumas pistas sobre a leitura de hoje

    Active
    Default
    • Jesus alerta os que o ouvem para a urgência da conversão, mesmo aos que se acham justos e sem pecado. Pois só Deus pode libertar-nos do sofrimento e da morte que vêm para todos, quando menos se espera, não como castigo, pois até Jesus, sem pecado algum, é vítima de sofrimento.
    • Pai misericordioso e paciente, que me dás sempre mais uma oportunidade, ajuda-me a sair do meu comodismo, a corresponder ao Teu empenho, a não Te desiludir e, com a Tua Graça, dar muito fruto.

o site de oração criado pelos jesuítas irlandeses